CIMDOURO APRESENTA PLANO INTERMUNICIPAL DE ACÇÃO PARA AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS em FORUM INTERNACIONAL QUE DEBATEU OS DESAFIOS DAS ALTERAÇÔES CLIMÁTICAS PARA O PLANEAMENTO E GESTÃO EM TERRITÓRIOS COM ELEVADO VALOR PATRIMONIAL, COM A REGIÃO DO ALTO DOURO VINHATEIRO – PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE – COMO PANO DE FUNDO.

A CIMDOURO apresentou no passado dia 19 de Julho o Plano Intermunicipal de Ação para as Alterações Climática, integrado no Fórum Alterações Climáticas no Douro, na Vila de Tabuaço.

Este plano foi desenvolvido ao longo de 2017 e 2018, contando com a participação dos 19 municípios que constituem a CIMDOURO.

Foram apresentadas as principais ações a desenvolver por forma a contribuir para o aumento da resiliência do território da Comunidade Intermunicipal do Douro (CIM Douro) e mitigação dos riscos associados às alterações climáticas. No documento caracterizam-se as alterações climáticas que afetaram o território da CIMDOURO, com particular enfoque nas suas projeções futuras; identificam-se os impactes e as vulnerabilidades às alterações climáticas mas também e com especial interesse as opções de adaptação que podem ser tomadas e a respetiva avaliação das mesmas nos seus resultados práticos, promovendo assim a construção do plano de ação para a adaptação às alterações climáticas. Mitigando as vulnerabilidades e identificando as oportunidades decorrentes alterações climáticas tendo em vista o desenvolvimento futuro Região do Douro.

Ainda no seguimento desta apresentação, decorreu no dia 20  o encontro Inside World Heritage – Douro 2018, Climate Change and the Outstanding Universal Value: Challenges for Planning and Management, organizado pela Câmara de Tabuaço, pela CIMDOURO, a UTAD e a ICOMOS (International Council of Monuments and Sites).

Um acontecimento que reuniu inúmeros especialistas internacionais sobre as alterações climáticas e património. O Douro, como Património da Humanidade, na sua componente de paisagem está ameaçado pelas alterações climáticas. Os especialistas vieram partilhar conhecimento, apontar preocupações mas também caminhos para compreender os impactos das alterações climáticas nos ecossistemas, na paisagem e nos usos de solo, quer á escala local e regional.

Este evento contou com a presença do Presidente do ICOMOS, Dr. Rohit Jigyasu, do Presidente da Câmara Municipal de Tabuaço, Dr. Carlos Carvalho, na qualidade de anfitrião, da Presidência da CIMDOURO, nomeadamente Dr. Carlos Santiago na qualidade de Presidente, e Dr Nuno Gonçalves na qualidade de Vice-Presidente bem como outros vários autarcas integrantes da CIMDOURO, de alguns docentes da UTAD, deputados da Assembleia da República, e outros especialistas do tema, tendo procedido ao encerramento dos dois dias das conferências o Ex.mo Sr. Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes.

Para saber mais…

Promovido por:

Co-financiado por: