Esta quarta feira, a sra. Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes,  dedicou um dia á região demarcada no douro,  alocando o seu período da manhã a uma  visita á Quinta do Pessegueiro, em S. João da Pesqueira e á Adega Alves Sousa, em Santa Marta de Penaguião.

De seguida realizou-se um almoço--reunião de trabalho com os autarcas da CIM do Douro, no Casal Agrícola de Cever. Em cima da mesa estiveram as preocupações dos autarcas, relativamente, ao mercado vitivinícola, no que diz respeito ao preço das uvas, mercado do vinho e reserva qualitativa. As questões da Casa do Douro também foram aí abordadas, nomeadamente património e as próximas eleições, bem como as questões ligadas ao IVDP, nomeadamente a mobilização dos saldos de gerência.

Foram também discutidas, as alterações climáticas e suas implicações, nomeadamente a questão da queda de granizo., os desafios cada vez maiores na produção da maçã e a atual queda de preço na venda de frutos secos.

Foi feita, ainda, uma abordagem aos regadios e seu financiamento.

A ministra teve, ainda, oportunidade de informar os autarcas presentes dos meios financeiros e de equipas de trabalho que este ministério está a alocar em prol da região. Os autarcas demonstraram a enorme preocupação, pelo desafio que atravessamos, devido à pandemia.

Maria do Céu Antunes, ditou a criação de um grupo de trabalho, entre o ministério da Agricultura e a CIMDOURO para encontrar soluções às questões e preocupações na área da agricultura, que são transversais ao território do Douro.