LINHA DO DOURO APROVADA POR UNANIMIDADE NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

 

A CIMDOURO viu, ontem, com enorme satisfação a aprovação pela Assembleia da República, por unanimidade, dos projetos de resolução que defendem a requalificação da linha do Douro e a reabertura do troço Pocinho-Barca de Alva.

A CIMDOURO defendeu, sempre, a importância estratégica nacional da infraestrutura da Linha Ferroviária do Douro, nesta região classificada como Património Mundial pela UNESCO, e o contributo direto para a dinamização da economia - e consequente fixação de população -, a garantia de maior atividade turística e a promoção de uma vertente transfronteiriça que interessa a Portugal, Espanha e à Europa. Considerada uma ferrovia estrutural para as regiões do interior norte, a CIMDOURO incluiu a Linha do Douro no documento macroestratégico “Douro 2030 – Estratégia para uma Década”, e indicou-a para constar no Programa Nacional de Investimentos (PNI).

A CIMDOURO parabeniza a Liga dos Amigos do Douro Património Mundial e Fundação do Museu do Douro, signatários da Petição Pública e todos os que apoiaram esta iniciativa em defesa do nosso território desde o primeiro dia.

Em janeiro tinha sido entregue na Assembleia da República uma petição pela requalificação e reabertura da Linha do Douro com 14 mil assinaturas.