CIMDOURO DECIDE PELA REABERTURA DAS FEIRAS

Os 19 municípios da CIMDOURO deliberaram hoje, 31 de março, aprovar a reabertura de todas as feiras na região, a partir do dia 5 de abril.

Todos os municípios dispõem dos seus planos de contingência, e assim estão criadas as condições de segurança que permitam a realização das feiras dentro dos requisitos estabelecidos pelas autoridades de saúde competentes. As regras que visam proteger feirantes e clientes e garantir que não surgem novos casos de COVID-19 na região estão salvaguardadas. .

A operacionalização do regresso das feiras e mercados irá assim ser efetuada município a município, com a adaptação dos planos de contingência às circunstâncias específicas de cada um dos espaços e da respetiva procura estimada, podendo deste modo existir a possibilidade de algumas feiras começarem a operar já nos próximos dias e outras, apenas, venha a ser viável ao longo do mês de Abril.

Recorde-se que a limitação à realização das feiras começou no dia 15 de Janeiro, aquando da declaração do novo estado de emergência provocada pela COVID-19. E que os municípios da CIMDOURO resolveram responder de forma coordenada, promovendo o impedimento das mesmas, numa medida que visou conter a propagação do vírus, controlar a pandemia e garantir a segurança das populações.

A CIMDOURO compreende os concelhos de Alijó, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Lamego, Mesão Frio, Moimenta da Beira, Murça, Penedono, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço, Tarouca, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Coa e Vila Real, distribuídos por uma área geográfica de mais de 4 000 km2, onde residem cerca de 200 000 habitantes.